Altos índices de ansiedade em escolares brasileiros

Altos índices de ansiedade em escolares brasileiros
12 de novembro de 2017
Students taking notes in adult education classroom

Crédito da Foto: Getty images

Por Abykeyla Mellisse Tosatti/para Nutrociência

 De acordo com o levantamento do PISA, realizado em 72 países, o Brasil é um dos países com mais alunos ansiosos e preocupados.

O ambiente escolar exerce importância fundamental na vida das pessoas, mas, se por um lado, ele pode ser fonte de crescimento, aprendizagem, prazer e reconhecimento, por outro, muitas vezes, está associado a problemas como insatisfação, nervosismo, desinteresse, preocupação, irritação e esgotamento, impactando bastante na saúde mental de crianças e adolescentes.  Dados publicados recentemente pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostrou que os estudantes brasileiros, na faixa etária de 15 anos, estão entre os mais inseguros e ansiosos, quando comparados com 72 países avaliados pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA, na sigla em inglês). Entre os participantes, 81% se sentem extremamente ansiosos mesmo quando se preparam para as provas, igualando-se aos estudantes da Costa Rica. No ranking dos estudantes mais ansiosos, também aparece a República Dominicana (80%) e Colômbia (79%). O estudo mostra que 56% dos brasileiros ficam tensos na hora dos estudos. “Entre os fatores que podem colaborar com o aumento da ansiedade dos estudantes, está o medo de tirar notas baixas”, de acordo com a pesquisa. Outros fatores envolvidos são: escolas com ambiente demasiadamente competitivo, altos padrões de desempenho, relação dos estudantes com seus mestres e pais. Os resultados são alarmantes, merecendo atenção total dos pais. “Se seu filho se esforça e mesmo assim não está indo bem, é sinal de que alguma coisa está errada”, diz o relatório.

Para manter a saúde dos estudantes, é importante manter boas noites de sono, exercícios físicos regulares, lazer com a família, alimentação saudável, orientação pedagógica e técnica de Mindfulness (atenção plena ou consciência plena) – autorregulação da  atenção para domar o nervosismo.  Uma referencia universal é a de que o estudo realizado durante todo o período escolar e nao somente durante o período de provas, tranquiliza e prepara o estudante com mais resultados.

Referência:
Programme for International Student Assessment (Pisa) - https://nces.ed.gov/surveys/pisa/

 

 

Postado em Adolescência Hoje por Aby Tosatti | Tags: