dieta cetogenica

2 de maio de 2005

a famosa dieta cetogenica, de jejum ou de reducao drastica de calorias.. quais as suas vantagens e desvantagens...

Postado em Análise crítica de dietas por admin
7 de abril de 2005

Em uma realidade onde o padrão de beleza vendido na mídia é o da magreza enquanto se observa um aumento de peso da população mundial ao longo dos anos, ocorre uma abertura para o crescimento de fórmulas “mágicas” de emagrecimento rápido. As dietas chamadas “revolucionárias” são várias, e uma muito divulgada principalmente em academias e praticantes de atividade física é a da redução do consumo de carboidratos após um determinado horário. Essa dieta não tem um profissional responsável conhecido como criador, portanto não é padronizada e não existem normas de proporções de nutrientes a serem seguidas. A principal característica é a proibição da combinação de arroz, batata inglesa e macarrão em uma mesma refeição, e após as dezenove horas a pessoa não deve consumir alimentos ricos em carboidratos, sendo que ao longo do dia podem consumi-los “vontade”. Uma das justificativas para a proibição de carboidratos noite é que o metabolismo é reduzido em conseqüência da preparação para o sono, estando em ritmo desacelerado não necessitando de energia. Ao longo do dia, como é necessária energia para realizar atividades cotidianas, o consumo de carboidratos seria recomendado. Em relação ao consumo em uma mesma refeição, realmente deve-se prestar atenção nas quantidades de alimentos equivalentes como arroz, macarrão e batata

Postado em Análise crítica de dietas por admin
1 de abril de 2005

As revistas que enfatizam a estética feminina geralmente mostram anúncios de dietas rápidas, práticas e "milagrosas", em que pode haver uma perda entre 4kg e 8 quilos por mês. Essas "promessas" muitas vezes são falsas e muitas mulheres, pela necessidade de se sentir dentro dos moldes das tiazinhas e feiticeiras, aderem a esses "milagres" sem pensar nas conseqüências. Dessa forma, nossa pretensão é todos os meses apresentar uma dieta da moda, demonstrando se existem vantagens, ou quais são os males que elas podem causar para a sua saúde. Dieta da Lua
A dieta da lua é uma das mais famosas dietas milagrosas que se tem notícia. É prática e básica: A lua tem quatro fases, certo? Então ao mudar a fase da lua, deve-se ficar 24horas base de líquidos como suco de frutas, vitaminas ou sopas passadas no liquidificador. E o que existe de mal nessa dieta se vou ficar 24 horas tomando líquidos apenas quando a lua muda de fase?
O nosso organismo tem uma metabolismo que se adapta as situações a que é submetido. Quando você passa 24 horas tomando apenas líquidos realmente a sensação é de perda de peso, o que é meio óbvio, tendo em vista que não houve consumo de alimentos sólidos. Ao contrário do que se pensa, contudo, não há um emagrecimento, mas os adipócitos, que são as células de gordura que armazenam os nutrientes que comemos ficam "murchos" e isso no

Postado em Análise crítica de dietas por admin
1 de abril de 2005

A “dieta da USP” é uma das dietas de emagrecimento mais rigorosas e perigosas saúde. A tal dieta milagrosa não foi elaborada por nutricionistas da Universidade de São Paulo, aliás, a própria instituição não sabe a origem da dieta que leva o seu nome como uma atitude de má-fé. Os componentes da dieta são basicamente alimentos ricos em gordura e proteína, como carnes e ovos. O cardápio para 7 dias, com café da manhã, almoço e jantar, sugere que qualquer pessoa poderá perder "milagrosamente" 14 kg, em 15 dias. O cardápio que circula é o seguinte: --> clique no link da tabela abaixo do texto. Como pode-se observar, trata-se de uma dieta totalmente desbalanceada: rica em gorduras e proteínas e pobre em carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. Sendo que tais proporções de nutrientes não possuem nenhum fundamento científico. O seguimento dessa dieta pode causar alguns danos saúde:
• A ingestão de grandes quantidades de ovos é contra-indicada para pessoas com altos níveis de colesterol;
• A quantidade de carne a ser consumida, significa grande ingestão de gordura saturada, a qual predispõe ao risco de doenças cardiovasculares;
• Pode causar prisão de ventre, pois é escassa em fibras;
• A falta de carboidratos, proveniente de pães, massas, cereais e tubérculos, podem provocar hipoglicemia, a qual causa tonturas, fadiga e dor de cabe

Postado em Análise crítica de dietas por admin