Soft Drinks, Schools, and Obesity

7 de abril de 2005

Pediatrics Perspective
Soft Drinks, Schools, and Obesity
Posted 03/08/2004 Howard Markel, MD, PhD The American Academy of Pediatrics issued a major policy statement in January urging the restriction of soft drinks in the nation"s schools.[1] That sounds like wise medical advice, given that the number of obese children has more than doubled since 1980 and that studies consistently show that overweight children tend to stay that way into adulthood. As many as 85% of American school-aged children consume at least 1 soft drink daily, and the average 12-ounce soda contains about 10 teaspoons of sugar and 150 calories.[1] Although soft-drink consumption is certainly not the only cause of childhood obesity, limiting easy access to these drinks in schools seems like a welcome -- and common-sense -- contribution to public health. So why did the nation"s leading group of pediatricians take so long to take a stand?
Since the 1990s, schools have opened their doors to soft-drink and fast-food companies in exchange for hefty fees to bolster their operating budgets. According to the Centers for Disease Control and Prevention, 98% of American high-school students can buy fast food, soda pop, candy bars, potato chips, and other high-fat snacks without stepping off the school premises.[2] Dr. Barbara Frankowski, a pediatrician at the University of Vermont and one of the authors of the

Postado em Saúde e Nutrição por admin
7 de abril de 2005

Ele revitaliza, melhora a força, a flexibilidade, a resistência muscular, reestrutura o corpo, acalma o espírito e revigora a mente, melhorando até a concentração, memória e raciocínio...
Embora ainda pouco conhecido, o Método Pilates de condicionamento físico e mental já conquistou muitos famosos como a ex-modelo e empresária Luiza Brunet, a apresentadora Glória Maria e a cantora Zizi Possi. No Rio Grande do Sul há dois anos o estúdio Georgia Ros Pilates vem desenvolvendo trabalhos dentro do método. Para a Educadora Física e Diretora do Studio Geórgia Ros Pilates, entre os principais benefícios está o alívio do estresse, de dores na coluna, o fortalecimento dos ossos, a diminuição da gordura, a tonificação dos músculos, flexibilidade e equilíbrio através da consciência corporal, além de bem-estar e qualidade de vida.  “Qualquer pessoa, esteja ela na terceira idade ou com alguma outra limitação física está apta a praticá-lo desde que esteja bem orientada por um professor que seja certificado”, explica a Professora Geórgia Ros com graduação no método pelo The Pilates Studio SP/Nova York e Diretora da Primeira Escola de Formação no Método sem vinculação com órgãos americanos, totalmente brasileira. Segundo ela, a prática é ideal para quem deseja ter um corpo bonito, com um aspecto longilíneo e músculos tonificados, mas não d

Postado em Saúde e Nutrição por admin
24 de março de 2005

Comida a peso só poderia aparecer num país de tanta convergência étnica e tão baixa tradição culinária quanto o Brasil. O arroz, o feijão preto, um pedaço de paio e uma costelinha estão arranjados como um diminuto jardim em torno de um enorme obelisco vermelho, que é um pedaço de melancia cortada com apuro e assentado sobre uma “grama” de couve. Arrumados nos quadrantes do prato, quatro sushis lembram banquinhos nessa minipraça comestível. Tudo deu 450 gramas. A secretária gordinha sorri satisfeita, enquanto busca um canto para se sentar mesa de sua amiga, que está diante de um prato com macarrão ao molho branco e bacon, banana fatiada e sushi.

 Estamos num “kilo”, evidentemente. A grafia com “k” mostra que, apesar do vínculo com o “quilo” (a balança), nada se assemelha a esta invenção brasileira.

Anterior 1 102 103 104