Tratamento e Prevenção da Obesidade

7 de abril de 2005

" ... Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer..."

Postado em Saúde e Nutrição por admin
7 de abril de 2005

Condenação da AmBev é noticiada pelo jornal Folha de São Paulo. Leia aqui a íntegra da reportagem. A AmBev foi condenada pela Justiça a restringir propaganda de refrigerantes que contenham açúcar e a registrar nas embalagens e comerciais a advertência de que o consumo em excesso pode ser prejudicial saúde. Esse tipo de produto é associado ao aumento da obesidade. A sentença foi proferida pelo juiz Carlos Henrique Abrão, da 42ª Vara Cível de São Paulo, e comporta recurso ao Tribunal de Justiça de São Paulo. Há cerca de um mês, outro juiz, Luiz Beethoven Ferreira, da 18ª Vara Cível de São Paulo, julgou improcedente uma ação idêntica contra a Coca-Cola. Pela sentença de Abrão contra a AmBev, a empresa não poderá fazer publicidade dirigida a crianças e adolescentes em que associe o consumo de refrigerantes e sucos com açúcar a uma vida saudável. Também não poderá fazer publicidade durante a programação infantil de televisão nem em publicações dirigidas a crianças. Procurada pela Folha, a AmBev informou que não recebera nenhuma notificação judicial até ontem e não poderia se manifestar sem conhecer o conteúdo oficial da sentença. Diet fora
Ainda pela sentença, a publicidade e os rótulos, embalagens e invólucros de refrigerantes com açúcar deverão registrar que o seu consumo excessivo pode prejudicar a saúde. Os refrigerantes

Postado em Saúde e Nutrição por admin
24 de março de 2005

Comida a peso só poderia aparecer num país de tanta convergência étnica e tão baixa tradição culinária quanto o Brasil. O arroz, o feijão preto, um pedaço de paio e uma costelinha estão arranjados como um diminuto jardim em torno de um enorme obelisco vermelho, que é um pedaço de melancia cortada com apuro e assentado sobre uma “grama” de couve. Arrumados nos quadrantes do prato, quatro sushis lembram banquinhos nessa minipraça comestível. Tudo deu 450 gramas. A secretária gordinha sorri satisfeita, enquanto busca um canto para se sentar mesa de sua amiga, que está diante de um prato com macarrão ao molho branco e bacon, banana fatiada e sushi.

 Estamos num “kilo”, evidentemente. A grafia com “k” mostra que, apesar do vínculo com o “quilo” (a balança), nada se assemelha a esta invenção brasileira.

Anterior 1 95 96 97