Duração do sono, composição corporal e saúde cardiometabólica na infância

Duração do sono, composição corporal e saúde cardiometabólica na infância
25 de junho de 2017
Criança garotinha dormir na cama com urso de pelúcia - foto de acervo

Crédito da foto: iStock images

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Mau humor, desânimo, falta de memória e maior risco de obesidade são alguns dos sintomas de quem sofre distúrbios do sono. Noites mal dormidas têm se tornado um problema cada vez mais frequente na infância. Muitos pais se queixam de que bebes apresentam problemas para dormir desde muito cedo. Na Holanda, um time do Hospital Universitário Erasmus MC, cruzou informações sobre a duração do sono na infância versus composição corporal e saúde cardiometabólica  em 5161 crianças. A duração do sono foi avaliada aos 2, 6, 24 e 36 meses pelos relatórios dos pais. Quando as crianças completaram seis anos, foram coletadas medidas de composição corporal, pressão arterial, insulina e níveis lipídicos.  Resultado: Apenas uma menor duração do sono aos dois meses de idade se relacionou com  maiores  Indices de Massa Corporal - IMC e massa gorda, quando as crianças chegaram aos seis anos. “Não foram encontradas evidências claras sobre os efeitos que a privação do sono, antes dos dois meses de vida ou em fases posteriores, pode causar na saúde cardiometabólica”, esclarecem os autores.

 Referencia:
Derks Ivonne P.M., Kocevska Desana, Jaddoe Vincent W. V., Franco Oscar H., Wake Melissa, Tiemeier Henning. Longitudinal Associations of Sleep Duration in Infancy and Early Childhood with Body Composition and Cardiometabolic Health at the Age of 6 Years: The Generation R Study. Childhood Obesity. June 2017

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: ,