Perder um irmão durante a infância pode estar ligado ao aumento da mortalidade.

Perder um irmão durante a infância pode estar ligado ao aumento da mortalidade.
16 de maio de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Crédito da Foto: Getty Images

Crianças que presenciaram a morte de um irmão, tiveram um risco 71% maior para todas as causas de mortalidade, na idade adulta.

O aumento do risco de mortalidade tem sido associado a uma traumática perda de um membro da família; contudo, ainda era desconhecido se existia uma associação entre a perda de um irmão na infância e mortalidade nessa população.

Para esclarecer essa questão, um estudo publicado no periódico JAMA Pediatrics, analisou dados nacionais de saúde de mais de 5 milhões de crianças da Dinamarca e da Suécia, nascidos entre 1973 e 2009, onde compararam todas as causas de óbitos - tipos específicos (doenças vs. causas externas). Yongfu Yu e seu grupo, concluíram que o luto na infância, por causa da morte de um irmão, foi associado com um risco aumentado de mortalidade a curto e longo prazo. “Os maiores riscos de mortalidade foram encontrados no primeiro ano após a morte do irmão e entre irmãos do mesmo sexo e/ou com idades próximas”, esclarecem os autores.

 Os profissionais de saúde devem estar cientes da vulnerabilidade da criança após o trauma, especialmente para irmãos de mesma idade ou mesmo sexo. O apoio da assistência social e de saúde podem ajudar a minimizar os potenciais efeitos adversos sobre o irmão enlutado.

Referência:
Yongfu Yu; Zeyan Liew; Sven Cnattingius; Jørn Olsen; Mogens Vestergaard; Bo Fu; Erik Thorlund Parner; Guoyou Qin; Naiqing Zhao; Jiong Li. Association of Mortality With the Death of a Sibling in Childhood. JAMA Pediatr., 2017.

 

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: