Qualidade nutricional dos padrões alimentares de crianças: existem diferenças dentro e fora da escola?

Qualidade nutricional dos padrões alimentares de crianças: existem diferenças dentro e fora da escola?
31 de janeiro de 2017

Quatro padrões alimentares foram identificados dentro e três fora da creche. Dentro da creche, o padrão ‘‘tradicional’’ foi associado a menor renda e apresentou melhor qualidade nutricional. O padrão ‘‘dual’’ associou-se a menor renda e maior ingestão de açúcar de adição e carga glicêmica. O padrão ‘‘lanches’’ foi associado a crianças matriculadas em escolas privadas e com maior ingestão de açúcar de adição e carga glicêmica. O padrão ‘‘pão com manteiga’’ associou-se a maior ingestão de açúcar de adição e gordura trans. Fora da creche, o padrão ‘‘tradicional’’ foi associado a maior ingestão de gordura saturada, trans, sódio e fibra. O padrão ‘‘pão com manteiga’’ associou-se a maior ingestão de gordura trans e carga glicêmica, enquanto o padrão ‘‘lanches’’ associou-se às crianças com excesso de peso, de creches privadas, maior renda e com maior ingestão de gordura trans, sódio e fibra.

"Houve diferença na qualidade nutricional dos padrões dentro e fora da escola e a adesão a esses ocorreu de forma heterogênea nas regiões e classes socioeconômicas", concluem os autores.

Referência

Diva Aliete dos Santos Vieira, Michelle Alessandra Castro, Mauro Fisberg, Regina Mara Fisberg. Nutritional quality of dietary patterns of children: are there differences inside and outside school? J Pediatr (Rio J). 2017;93(1):47-57

 

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: