Suco de laranja x Perda de peso

25 de junho de 2017

 Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Um estudo da Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Araraquara, São Paulo, mostrou que o consumo diário do suco de laranja (natural)  pode contribuir com padrões metabólicos melhores e ser um aliado do controle do peso em adultos. Os autores recrutaram 78 indivíduos obesos (idade média de 36 anos), que foram divididos em dois grupos: o grupo intervenção foi submetido a uma dieta de baixo teor calórico que incluía 500ml de suco de laranja por dia, enquanto o grupo controle também recebeu a dieta, mas não ingeriu a bebida. Após 12 semanas, ambos os grupos mostraram resultados semelhantes em relação ao peso corporal, IMC, massa magra, massa gorda, gordura corporal, relação cintura-quadril. A diferença é que os participantes que beberam suco de laranja apresentaram baixa resistência insulina, níveis menores de colesterol total ​e proteína C reativa de alta sensibilidade em comparação com o grupo de participantes que não consumiram o suco. O consumo de energia e nutrientes foi semelhante entre os dois grupos, mas a vitamina C e o folato aumentaram após a introdução do suco de laranja. “O consumo de suco de laranja diariamente, acompanhado de uma dieta de baixo calor calórico não inibe a perda de peso, e melhora a sen

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: ,
25 de junho de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Uma nova revisão de estudos reforça as evidências de que a fruta pode proteger contra diabetes e doenças cardíacas.

Uma boa notícia para os apaixonados por abacate: uma revisão científica sugere que comer abacate pode ajudar a prevenir a síndrome metabólica – uma combinação de três ou mais fatores de risco para doença cardíaca e diabetes, como pressão alta, triglicerídeos altos e circunferência da cintura. A revisão, realizada por autores iranianos, e publicada na revista científica Phytotherapy Research, analisou 129 estudos publicados anteriormente que examinam os efeitos do consumo de abacate em diferentes componentes da síndrome metabólica. A maioria dos estudos envolveu a parte carnosa do alimento, mas alguns também incluíam folhas de abacate, cascas e óleo. Além de apresentar fibras, vitaminas, minerais e ser rico em antioxidantes, o abacate possui gordura monoinsaturada (excelente para o coração). Jamshid Tabesh

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: ,
9 de junho de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti/para Nutrociência

O clã das leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico) barra o risco de diabetes em 35%

Um estudo publicado na revista científica Clinical Nutrition, constatou que os participantes que consumiram ​​três porções de leguminosas por semana tiveram 35% menos probabilidade de desenvolver diabetes em comparação com aqueles que não consumiram o alimento.

Os autores recrutaram 3.349 voluntários, do estudo Prevenção com Dieta Mediterrânea (PREDIMED) – na Espanha –, com alto risco de doença cardiovascular, mas sem diabetes tipo 2 no início do estudo. Os participantes foram divididos em dois grupos: o de baixo e o de alto consumo de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha e grão-de-bico), que são ricos em vitaminas do complexo B, fibras, proteínas, minerais (cálcio, potássio e magnésio), antioxidantes e de baixo índice glicêmico. Após quatro anos, Becerra-Tomás  e sua equipe constataram que os participantes que consumiram mais leguminosas tinham um risco 35% menor de desenvolver diabetes do tipo 2.

“O consumo frequente de leguminosas, em particular a lentilha, no contexto de uma dieta mediterrânea, pode proporcionar benef

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: ,
26 de abril de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Entre os benefícios do milho, destacam-se os conteúdos das vitaminas A, B1 e C, e do magnésio. Ressalta-se que a vitamina B1, por sua ação antioxidante, há indícios de que pode melhorar a evolução de doenças neurodegenerativas. O seu elevado teor de fibras ajuda a diminuir o nível de colesterol e de açúcar no sangue, diminuindo assim o risco de doenças cardiovasculares, e também no funcionamento do intestino. Se você não quer aumentar a quantidade de calorias do alimento, não acrescente manteiga. Outro item que deve ser usado com ponderação é o sal, pois está associado ao aumento da pressão arterial.

Energia.................85 Kcal Proteínas..............11g Gorduras Totais...1g Fibras...................2,3g Sódio....................12 mg Cálcio....................2 mg

Referências: Vitaminas do Complexo B: tiamina, Riboflaviana, Niacina, Piridoxina, Biotina e ácido Pantotênico. Série de Publicações ILSI Brasil, 2009.

Postado em Alimentos por Aby Tosatti | Tags: