Comer leguminosas regularmente diminui o risco de diabetes tipo 2.

9 de junho de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti/para Nutrociência

O clã das leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico) barra o risco de diabetes em 35%

Um estudo publicado na revista científica Clinical Nutrition, constatou que os participantes que consumiram ​​três porções de leguminosas por semana tiveram 35% menos probabilidade de desenvolver diabetes em comparação com aqueles que não consumiram o alimento.

Os autores recrutaram 3.349 voluntários, do estudo Prevenção com Dieta Mediterrânea (PREDIMED) – na Espanha –, com alto risco de doença cardiovascular, mas sem diabetes tipo 2 no início do estudo. Os participantes foram divididos em dois grupos: o de baixo e o de alto consumo de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha e grão-de-bico), que são ricos em vitaminas do complexo B, fibras, proteínas, minerais (cálcio, potássio e magnésio), antioxidantes e de baixo índice glicêmico. Após quatro anos, Becerra-Tomás  e sua equipe constataram que os participantes que consumiram mais leguminosas tinham um risco 35% menor de desenvolver diabetes do tipo 2.

“O consumo frequente de leguminosas, em particular a lentilha, no contexto de uma dieta mediterrânea, pode proporcionar benef

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: ,
26 de abril de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

Entre os benefícios do milho, destacam-se os conteúdos das vitaminas A, B1 e C, e do magnésio. Ressalta-se que a vitamina B1, por sua ação antioxidante, há indícios de que pode melhorar a evolução de doenças neurodegenerativas. O seu elevado teor de fibras ajuda a diminuir o nível de colesterol e de açúcar no sangue, diminuindo assim o risco de doenças cardiovasculares, e também no funcionamento do intestino. Se você não quer aumentar a quantidade de calorias do alimento, não acrescente manteiga. Outro item que deve ser usado com ponderação é o sal, pois está associado ao aumento da pressão arterial.

Energia.................85 Kcal Proteínas..............11g Gorduras Totais...1g Fibras...................2,3g Sódio....................12 mg Cálcio....................2 mg

Referências: Vitaminas do Complexo B: tiamina, Riboflaviana, Niacina, Piridoxina, Biotina e ácido Pantotênico. Série de Publicações ILSI Brasil, 2009.

Postado em Alimentos por Aby Tosatti | Tags:
3 de abril de 2017
Por Abykeyla Mellisse Tosatti
As duas são boas fontes de vitaminas e minerais

Os verdinhos devem fazer parte da alimentação sempre! Os vegetais folhosos, além de fornecerem vitaminas, minerais e outros componentes bioativos – polifenóis, isoflavonas, resveratrol, catequinas, carotenoides - que oferecem benefícios para o organis

Postado em Alimentos por Aby Tosatti | Tags:
2 de março de 2017

Por Abykeyla Mellisse Tosatti

abacaxiÉ fruta tropical, suculenta, refrescante, e que proporciona benefícios para a saúde. O abacaxi merece destaque pelo teor de bromelina, que auxilia no processo de digestão.   A fruta contém uma grande quantidade de vitaminas, tais como a vitamina A, C, Vitaminas do complexo B e Betacaroteno. A Colina - uma das vitaminas do complexo B - é aliada do cérebro, coração, músculos e fígado. Já a vitamina C - um nutriente com importante ação antioxidante. Além disso, o Abacaxi é rico em minerais (cálcio, fósforo, magnésio, manganês e selênio), ácido fólico e fibras alimentares. Uma fatia de abacaxi fornece 83 Kcal. Esse fruto é largamente consumido “in natura” e muito utilizado na indústria para obtenção de sucos, geleias, sorvetes, doces em calda, produtos minimamente processados, entre outros.

Referências:

DANTAS, Mislene Rosa; PEREIRA, Frederico Campos; LIMA, Anny Kelly Vasconcelos de Oliveira; COSTA, Daniela Batista da; FILHO, Antônio Cândido. Comparison of Preparations Acceptance P

Postado em Alimentos por Aby Tosatti | Tags: