Atenção à alimentação da criança deve começar em casa, afirma pediatra

7 de julho de 2016

 

25/06/2016, 16:21

CBN Rádio Globo

Para Dr. Mauro Fisberg, a eficácia do acordo entre empresas para restringir venda de refrigerantes na escolas é parcial: a restrição de apenas um alimento não traz uma grande mudança, mas qualquer medida educativa pode ajudar a combater a obesidade infantil.

Para ouvir a entrevista clique aqui

Postado em Na Mídia por Aby Tosatti | Tags:
6 de julho de 2016

 Por Mauro Fisberg

Nos últimos anos temos visto um aumento importante das deficiências de micronutrientes e vitaminas na população geral, especialmente pela diminuição da ingestão de frutas, verduras e legumes. Além disso, modismos, como a redução de uso do leite e derivados, por pretensos diagnósticos de intolerância lactose ou alergia proteína do leite de vaca, geram um volume enorme de pessoas com deficiência de cálcio e vitamina D. Esse metal e a vitamina contribuem de forma essencial para várias funções do organismo, como o crescimento dentário e dos ossos, mantendo a função cardíaca e a respiratória, entre outras. No adulto, especialmente na mulher pós-menopausa, a deficiência de cálcio está associada osteopenia (redução do cálcio intraósseo) e osteoporose (redução da densidade óssea por deficiência de cálcio, o que ocasiona fraturas importante, capazes de diminuir a qualidade de vida dos mais velhos).

A situação de alguns nutrientes no nosso País é bastante preocupante, especialmente porque vários trabalhos têm mostrado que a ingestão de vitaminas, especialmente as vitaminas A, C, D e E, e de alguns minerais, como ferro, zinco e cálcio, está abaix

Postado em Na Mídia, Variedades por Aby Tosatti | Tags:
16 de junho de 2016

Publicação  "Papel dos lácteos na Saúde Humana", com o Apoio da Piracanjuva Maio/Junho, 2016

Postado em Na Mídia por Aby Tosatti | Tags:
6 de junho de 2016
Confira a entrevista do Dr. Mauro Fisberg para bebe.com.br

Chantagem, castigo, briga… A hora das refeições pode ser um momento traumático para a meninada. Por isso, às vezes a ajuda profissional é necessária. Consultamos especialistas para saber como proceder quando o pequeno é ruim de garfo.

Sabe aquela criança que não come? Não, não é aquela que faz birra quando tem brócolis no prato ou que abre o berreiro pedindo refrigerante na hora do almoço. É a que quase nunca sente fome, recusa as principais refeições e come muito pouco por dia, com um cardápio super restrito. Em geral, casos assim preocupam tanto os pais que eles acabam sem saber o que fazer. Forçar a comida? Deixar o filho sem guloseimas, mesmo que seja

Postado em Na Mídia por Aby Tosatti | Tags: