A densidade das células intestinais melhora com Orientação Nutricional

4 de maio de 2016

Uma mudança na alimentação de pacientes com Síndrome do Intestino Irritável na sequência da orientação nutricional pode resultar na melhoria dos sintomas da Síndrome do Intestino Irritável.

Por Abykeyla Mellisse Tosatti/para Nutrociência

Um estudo publicado em novembro de 2015, no The European Journal of Clinical Nutrition demonstrou que a densidade das células endócrinas do intestino grosso é afetada pelo tipo de alimento consumido. Uma mudança na dieta dos pacientes com síndrome do intestino irritável (SII) após a orientação nutricional pode normalizar as densidades dessas células endócrinas, recuperar o seu mau funcionamento e pode ter resultado na melhoria dos sintomas da Síndrome do Intestino Irritável.

Para o estudo foram recrutados 13 pacientes (idade entre 18 a 70), com Síndrome do intestino irritável e 13 indivíduos controle. Os pacientes com Síndrome do intestino irritável receberam 3 sessões de orientação nutricional individualizada. Os indivíduos de ambos os grupos realizaram colonoscopias no início do estudo e novamente em 3 e 9 meses após orientação dietética. Foram retiradas biópsias de células endócrinas intestinais. As células endócrinas foram q

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags:
31 de março de 2016

Embora a obesidade seja um problema de saúde pública que afeta diversas faixas etárias, é entre crianças e adolescentes que ela desempenha um papel mais importante devido complexidade do tratamento, alta probabilidade de persistência na vida adulta e associação com outras doenças não transmissíveis com início precoce. O ambiente é um componente principal da gênese e dos resultados no futuro próximo ou em um prazo mais longo. A modificação do consumo de alimentos de alta densidade, pular refeições e o alto consumo de gordura saturada, açúcar e sal, associados aos altos níveis de sedentarismo, são as principais causas da obesidade.

As oportunidades de intervenção estão relacionadas a modificações nos cenários político, ambiental e individual. Atividades escolares e físicas no ambiente educacional são intercaladas com intervenção alimentar em uma educação contínua. Uma análise crítica de alguns cenários diferentes é apresentada em países latino-americanos.

Para ver o artigo na íntegra clique aqui

Postado em Saúde e Nutrição por Aby Tosatti | Tags: