Vamos falar sobre consumismo?

Vamos falar sobre consumismo?
8 de outubro de 2015

blog-4         Agora que nos aproximamos do Dia das Crianças, e, especialmente, em tempos de crise econômica em nosso país, vale discutir o consumismo na infância. Assim como em outras datas festivas, caso do Natal, da Páscoa e do dia do aniversário, é comum que a criançada queira ganhar presentes. E é legítimo, sim, que haja celebração e que os pequeninos sejam lembrados em todas essas ocasiões. Mas será que é necessário se endividar ou comprar itens que destoam da realidade da família? O objeto realmente terá utilidade? Ou será mais um dos muitos brinquedos abandonados depois de meia hora de uso?

         As crianças são muito inteligentes e vivem testando os pais. Pedem de tudo! E nem sempre os pedidos são adequados para a faixa etária ou mesmo para a condição em que vive a família. Hoje assistimos bebês com pouco mais de 1 ano de vida mexendo em tablets e meninos e meninas pequenas desfilando com celulares de última geração. Aliás, ressalte-se, o uso desses aparelhos de maneira desmedida pode favorecer problemas oculares e de postura, além de provocar dores de cabeça.

         O que se observa é que muitos pais não sabem dizer não e cedem à tirania infantil. Entretanto, esse “não” é muito bem-vindo. Ele ajuda a colocar limites e favorece a segurança dos pequenos. Com esse tipo de demarcação, a criança tende a se localizar e começa a aprender a esperar. Inclusive a noção da espera também é fundamental em uma sociedade marcada pela ansiedade e correria. Trata-se de um tipo de estratégia que colabora para que a meninada dê mais valor aos presentes. Estimular o filho a guardar economias para usar nas compras também é de grande valia para as primeiras noções de responsabilidade. Assim, ele começa a zelar pelo objeto, redobra os cuidados. Outro incentivo interessante é a doação. Ensinar desde os primeiros anos a dar brinquedos é um excelente exercício de cidadania.

         E que tal começar a presentear de outras formas? Um cartão com uma mensagem caprichada, um delicioso bolo, uma festa surpresa ou ainda um passeio para comemorar? São opções diferenciadas e que podem ser muito marcantes. Aproveitar o feriado do Dia das Crianças em um parque com um piquenique é uma oportunidade única e que, inclusive, contribui para bons hábitos alimentares, desde que o menu seja bem equilibrado, claro. Vale ainda conhecer exposições, ir ao cinema ou assistir um belo espetáculo musical.

 Se você está em São Paulo, uma sugestão é visitar a Sala São Paulo que traz uma programação especial nas datas próximas. Além do concerto Pedro e o Lobo, de Prokofiev, com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e participação da cantora Adriana Calcanhoto, nos dias 10, 11 e 12 de outubro, há, no dia 17 de outubro, o espetáculo "O Pequeno Mozart", com a Orquestra Sinfonieta Tucca Fortíssima. Sem dúvida são presentes memoráveis.

Com a Palavra, Dr. Mauro Fisberg
Postado em Com a palavra Dr. Mauro por Aby Tosatti | Tags: